MINHA CONTA

Luiz Aquila Quase Tudo

Duplo clique para aumentar imagem

Reduzir
Aumentar

Mais Imagens

Luiz Aquila Quase Tudo

Detalhes

Luiz Aquila

Com organização do curador Lauro Cavalcanti, edição bilíngue, editada pela Réptil, reúne grande parte da obra de Luiz Aquila, textos críticos e ensaios

No ano em que celebra 70 anos de vida e 50 de carreira, Luiz Aquila ganha livro em homenagem à sua trajetória. Em outubro, a Réptil Editora distribui para as principais livrarias do país a publicação “Luiz Aquila: Quase Tudo - A Never Ending Tour”, com organização do curador Lauro Cavalcanti e do produtor cultural Paulo Branquinho. A edição bilíngue, que reúne grande parte do acervo de Aquila e obras de colecionadores, conta com textos críticos e ensaios assinados por Lauro Cavalcanti, Frederico de Morais, Wilson Coutinho, Marcus Lontra, Eudoro Augusto, Casimiro Xavier Mendonça, Olívio Tavares, Lélia Coelho Frota, Felipe Chaimovich, Vera Pedrosa, Roberto Pontual e Flavio Moreira da Costa.

A publicação reúne boa parte da produção de Luiz Aquila e vai muito além da tinta sobre tela. Trabalhos da década de 1960, feitos com bico de pena, lápis de cor e caneta-bambu, também estão registrados na edição, que revela aspectos desconhecidos do grande público. Ao folhear o livro, os leitores encontrarão pistas que ajudam a compreender a formação do artista, que foi aluno de Aluísio Carvão e Oswaldo Goeldi, além de ter cursado em Londres, Paris e Lisboa.

Sobre Luiz Aquila

Luiz Aquila iniciou nos anos 60 os estudos de pintura, xilogravura, gravura e litografia, passando por cursos de artes plásticas no Rio de Janeiro, Paris, Portugal e Londres. Ao longo da carreira, participou de mais de 200 exposições (individuais e coletivas) no Brasil e no mundo, sendo chamado pelo crítico Frederico Morais de “herói de sua própria pintura”. Lecionou em Portugal, Peru, Brasília e na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, onde também foi diretor. Com mais de cinco décadas dedicadas às artes, Aquila é um dos criadores e influência marcante na “Nova Pintura Brasileira” dos anos 80, movimento carioca de revalorização que congregou nomes como Beatriz Milhazes, Adriana Varejão e Daniel Senise. A obra de Aquila está presente, entre outras, nas coleções do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Museu Nacional de Belas Artes, Museu de Arte Contemporânea de Niterói (coleção João Sattamini), Museu de Arte Contemporânea de Curitiba, Ministério das Relações Exteriores, VARIG, IBM, BNDES, Chase Manhattan Bank, Banco Itaú e Itaú Cultural.

Informação Adicional

ISBN 978-85-99625-43-9
Formato 24,0 x 29,0cm
Páginas 312 pp.

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

ISBN: 978-85-99625-43-9
Páginas: 312 pp.
Publicação: Outubro de 2013
Formato: 24,0 x 29,0cm

Preço: R$80,00

R$48,00